Relato de gravidez: 32 semanas

Pausa pra eu surtar um tiquinho aqui: COMO ASSIM JÁ 32 SEMANAS? Ontem à noite caiu a ficha de que 32 semanas = sete meses completos, entramos no oitavo já. E que tá chegando cada dia mais perto. Senti medo – medo de ser uma péssima mãe, de não dar conta, de ver minha filha doente e não saber o que fazer, de não conseguir amamentar, de ela não me amar, de surtar, do puerpério, de como vai ser nossa vida a partir do momento em que ela nascer. Conversei com algumas amigas (fantásticas) e, no fundo no fundo, eu sei que vai dar tudo certo. Mas por alguns minutos me permiti sentir esse medo, botar pra fora – e fez bem. Ainda vou voltar a essas angústias aqui no blog, mas conseguir nomeá-las foi importante. Ter consciência daquilo que vai lá no fundo do meu coração ajuda, sabe? Inclusive a processar cada angústia e a lidar melhor com elas, a superá-las. Enfim. Relato de gravidez já começando com desabafo, né? Hehehe!

Apesar das semanas avançadas (hahaha! Quero só ver minha cara ao escrever o relato semanal lá pela metade de setembro), não sinto incômodos. Ok, vez ou outra as costas dão sinal de vida, ou mesmo a virilha (ai, a virilha!), a barriga começa a pesar… Mas nada insuportável. Já tive dores piores em outras semanas! Alguns creditam isso à yoga (e eu sou uma dessas pessoas), então, meninas, por favor: engravidou? Se joguem em uma atividade física, mesmo que leve. E falando em atividade física, depois da consulta médica da semana passada comecei a caminhar três vezes por semana. Já batemos uma semana nesse ritmo, e ontem (que era dia de descer pra academia do prédio), fui mesmo com o dia corrido e bem louco. Marido tem me ajudado, incentivado, vai comigo e tudo. Também trocamos de vez o elevador pelas escadas! Já virou costume, para subir ou para descer, a gente nem aperta mais o botão (só quando voltamos do mercado, hahaha, mas aí é um caso à parte). Acho que isso tem ajudado também com as dores, né? Vamos torcer pra continuar assim!

Falando em sintomas, desde que entrei numa alimentação mais controlada, intestino reclamou de vez. Parei com aquele suco mágico – afinal, tomar suco é bem pior do que comer a fruta, por uma questão de fibras e quantidade de frutas que a gente usa para um copo de bebida. No final de semana tive que apelar pra remedinho, porque a situação estava TENSA. O humor fica daquele jeito, né? Voltei a comprar mamão essa semana, ontem comi meia papaia com farelo de aveia e chia de lanchinho noturno e espero que as coisas voltem ao normal.

E a alimentação? Os primeiros dias de ~regime, como eu já previa, foram terríveis. De chorar, literalmente. Ainda tem horas em que bate uma deprê, em que eu só penso em comer até me sentir cheeeeeia. Mas fome não estou passando, então o negócio é respirar! Comprei geleia sem açúcar, iogurte sem gordura/açúcar/lactose, tenho controlado melhor as porções que eu como… Dei uma liberadinha de leve no domingo (dia do nosso Churrasco), comi alguns docinhos mas não me entupi de açúcar. Ontem voltamos à programação normal, com uma ou outra escapadela (tem docinho e lembrancinha aqui em casa ainda!), mas é assim: um docinho no dia. Nada além disso. Marido também tem sido super compreensivo: quando quer comer porcaria, faz questão de ser algo que eu não curto, ou mesmo come longe de mim. Ufa!

Distribuí melhor meu cardápio. Por exemplo, café da manhã é uma fatia de pão integral com cottage ou geleia sem açúcar e uma caneca de café com leite (que eu não adoço). Isso ali pelas 8h. No meio da manhã, uma fruta (tipo meio papaia, ou uma maçã fatiadinha com canela). Almoço? Arroz integral, franguinho desfiado com legumes (ou hoje, no caso, carne vermelha magra refogada com legumes e tempero oriental) e salada. Uma caneca de chá quentinho depois do almoço, pra combater o desejo por doce. Meio da tarde, um lanche mais reforçado: tipo um Rap10 integral com alguma proteína que tenha a geladeira, ou biscoitos de arroz com geleia. Se vou jantar mais tarde, no final do dia como uma fruta levinha (eliminei bananas e outras frutas ricas em açúcar aqui de casa!). Jantar, geralmente um repeteco do almoço. E uma ceia leve antes de dormir, se a gente jantou cedo (fruta também, ou mesmo um iogurte).

Confesso que estou apreensiva com a próxima consulta do pré-natal, que acontece na quarta que vem. Se eu não consegui controlar o peso dessa forma (não tenho balança em casa, então não tenho esse controle – vai ser na base da surpresa mesmo), não sei mesmo o que fazer. Porque com o cardápio como está meu estômago já rooooonca algumas vezes, rs! Mas vamos ter fé de que as coisas estão bem, de que eu consegui controlar o peso e de que vai dar tudo certo. Se não der, a gente pensa depois na solução. Bora (tentar) não sofrer por antecedência!

Sobre o Churrasco de Fraldas, foi bem legal! A decoração ficou fofíssima, mais linda do que eu tinha imaginado. Contei com as mãos de fada de uma amigona, que é fera nessa parte, e ficou adorável! Veio praticamente todo mundo, e a parte mais legal foi termos separado um caderninho para as pessoas escreverem recados para a Helena. Lendo um por um, depois que tudo terminou, eu caí no choro! Daqueles compulsivos, de ficar com o nariz vermelho e tudo… Senti que minha filha já é tão amada que só pode ser considerada uma menina de sorte! E confesso que meu ciúme da pequena deu uma aliviada: caiu a ficha de que as pessoas a amam e que isso não diminui o meu amor por ela. Baixei a guarda durante o Churrasco, sabe? E me sinto bem mais leve desde então.

Aproveitei também que no final de semana, na segunda e ontem tivemos sol, e lavei mais roupinhas! Quase tudo limpo e cheiroso já: faltam agora poucas peças de 6 meses e mais um tanto das de 9 meses ou mais. O quarto da Helena tá que é só cheiro de nenê, por conta das roupas e também das 1.686 (!!!!) fraldas que ganhamos no domingo. Tá tudo bagunçado ainda, mas o cheirinho, hmmmmm! Vontade de não sair de lá!

E vocês? Como andam os sintomas, preparativos, sentimentos?

Advertisements

6 thoughts on “Relato de gravidez: 32 semanas

  1. Percebo que as coisas por ai andam muito bem, vocês estão empolgados e felizes com a chegada da baby. Os chás são maravilhosos para comemorarmos a chegada de nossas filhotas e perceber o quando são amadas. Nós aqui estamos a todo vapor cuidando dos últimos detalhes também. Fico feliz por vocês… Beijos

    Like

  2. Genteeee sua bebê é Helena também??!! Eu já sabia disso? Não me lembro se você já tinha comentado no TE, se sim desconsidera, a GESTONTA aqui tá esquecida que só ;/
    Não voltei os posts, mas essa dieta é devido a DG ou só porque engordou além da conta?? Por aqui o medo de ter DG era grande, já que virei uma formiga depois da fase dos enjoôs, mas graças a Deus a curva deu ótima! Engordamos 6kg até aqui, completamos 37 semanas nos próximos dias :O :O
    Escrevi sobre isso hj no blog, que sentimentos loucos esse final da gestação trouxe… medo de não ser boa mãe (sim eu tenho tbém), de não conseguir amamentar, de não conseguir parir… Nostalgia gigante de saudade da barriga, de ter ela só pra mim… Fora a choradeira por TUDO, só marido pra me aguentar mesmo (e dizem que no puerpério piora um pouquinho né??) hahahha
    Mas o tamanho da felicidade não se compara a nada né?? Momento mágico, sublime, PLENO!!
    Vc tem instagram?? Se sim me segue lá, assim vamos trocando experiências com as nossas Helena’s, nossos RAIO DE SOL (AMO o significado do nome dela), o instagram é @bahecarlos
    Grande beijo pra vcs!

    Like

    • Sabe que eu acho que nem cheguei a comentar lá? Hahaha! Mas é Helena sim, AMO esse significado também! Haja quadrinhos de “you’re my sunshine” hehehe!
      Essa dieta é só pelo peso, mesmo. Graças a Deus os exames estão normais – inclusive fiz um de glicose em jejum semana passada e deu normalzinho! Vamos ver o que o médico fala essa semana, rs. Que inveja (boa, vai) desses 6kg só! Aqui beiramos quase 10kg em 31 semanas, por isso que assustou, rs!
      Tão bom saber que não estou sozinha nesses medos loucos, rs! Já me disseram também que no puerpério piora – quero só ver! Coitados dos maridos.
      Vou seguir JÁ você no Instagram! E vamos trocando ideias sim ❤
      Um beijo!

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s