BC Papeando com “Azamigas” – Bibliografia materna

Oi, oi, oi! Depois do desabafo de hoje cedo, hora de Blogagem Coletiva! E dessa vez o tema foi indicação minha.

“Bibliografia: Que livros, blogs, revistas e portais de conteúdo sobre gestação e maternagem você mais gosta? Qual foi o primeiro livro sobre o assunto que você foi atrás? Qual fonte de informação você acha indispensável para essa fase e por quê?”

Eu sou apaixonada por livros desde que me conheço por gente – mas nunca tinha me atentado aos livros sobre maternagem (ê termo que eu amo!), mesmo desejando ser mãe há tempos. Na verdade eu ainda estou lendo o primeiro de uma lista de “desejos bibliográficos”: é o A maternidade e o encontro com a própria sombra (Laura Gutman). Esse livro é incrível: ele tem muitas informações importantes sobre a relação entre a nossa infância, nossos traumas e nossos problemas corriqueiros com a saúde e o bem estar do filho, principalmente quando ainda são bebês. Para mim é uma leitura incrível de preparação para a maternidade: estou na busca por resolver alguns desses “bichos”, e acho que é um livro legal tanto para tentantes, gestantes e já mães.

E é claro que eu tenho uma lista de desejos para outros livros:

Orientação da Criança (Ellen G. White): tem disponível online gratuitamente, mas eu quero a versão física em capa dura. É um dos livros mais recomendados na minha religião (sou Adventista do Sétimo Dia) sobre criação de filhos, e já foi escolhido como a próxima leitura. Fala sobre os primeiros anos de vida de uma criança e aborda questões como formação de caráter, poder dos hábitos e outros.

O que esperar quando você está esperando. É best seller, tem muitas informações, e quero ler pois acredito que deva tirar muitas dúvidas sobre a gestação em si.

Quando o corpo consente (Marie Berthcrar,Thérèse Bertherat e Paula Brung). Já ouvi falar muito desse livro, e com certeza lerei antes do nascimento do meu pacotinho.

Parto ativo (Janet Balaskas), mais um sobre parto. Traz exercícios e dicas de preparo para um parto em que a gestante é protagonista.

– Crianças francesas não fazem manha (Pamela Druckerman). Não acredito que exista uma “fórmula mágica” para educação de filhos. Sou partidária de que devemos ter contato com o máximo de informações possíveis e então absorver aquilo que acharmos mais relevante – e é aqui que esse livro entra. Fora as inúmeras recomendações que já vi e li por aí.

Mas por trabalhar com comunicação digital (acho que nunca comentei isso aqui com vocês), tenho um fraco por portais. Tem vezes em que pego um determinado blog e vou lendo os arquivos até chegar no primeiro post publicado por aquela blogueira, haha! Mas para isso o blog tem que me conquistar. Alguns desses estão aqui embaixo, e outros tantos na barra lateral do blog 😉

– A Louca do Bebê (da Nana – inclusive foi por ele que descobri a maravilha chamada Tentantes Empoderadas e o mundo dos blogs de tentantes)

Vida Materna (da conterrânea Michelle Amorim. Caí no blog dela pelo relato de parto do Leo, e me encantei)

Macetes de Mãe (leio muito antes de começar as tentativas. A Shirley tem um jeito delicioso de escrever, além de alguns posts in-crí-veis para compartilhar no Facebook depois que eu estiver grávida: são listas do que fazer e não fazer na hora de visitar um novo bebê, o que não falar para uma mãe/grávida, etc)

Bebê Gergelim (li de cabo a rabo! Acompanhar toda a história da Loroca antes, durante e depois da gestação do Bento foi uma delícia)

Pare de tomar a pílula (esse ainda está em processo de “fuçar os arquivos”. Divertidíssimo acompanhar a rotina da Camila no Canadá com a Nina e o nascimento da Flora).

Não posso deixar de lado também os maravilhosos e bem organizados grupos de Facebook: “Tentantes Empoderadas” (sobre as tentativas em si) e “Cesárea? Não, obrigada” (sobre parto humanizado).

Ah, o tema da próxima BC foi indicado pela Juliana, do Devaneios de uma Tentante. Corre lá ver!

Advertisements

6 thoughts on “BC Papeando com “Azamigas” – Bibliografia materna

  1. Adorei as indicações… Dá até vontade de sair comprando e lendo tudo! Mas ainda não é a hora, né? hahaha
    Sobre os blogs, A Louca do Bebe e Bebê Gergelim eu acompanhei as duas histórias… Aliás, foram dois dos primeiros blogs que comecei a acompanhar.
    Beijos

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s