Relato da gravidez: 23 semanas

Olha eu aqui atrasadinha de novo, rs! Mas um dia de atraso ainda pode, né?

Essa semana foi mais introspectiva do que eu imaginava ser possível. Chorei, senti, sofri, briguei. Mas também amei – amei como nunca. Amei quando, pela primeira vez, fui dar bom dia para a Helena, falei um “chuta a mamãe, filha”, e ela chutou minha mão.

Amei quando ontem, durante a morfológica, vi a pequena fazendo biquinho. Vi o contorno do rostinho dela, nariz, boca, testa. Vi o coração batendo certinho. Vi ela se esticando a ponto de colocar os pés na cabeça. Vi cada dedinho das suas mãos. Escrutinei cada centímetro daquele corpinho (de 28cm no total). Senti que esse amor absurdo só cresce – e parei para pensar: se me sinto assim agora, imagina só quando ela nascer?

As últimas aulas de yoga também tem sido fantásticas. Além de cuidar do corpo, alongar e abrir espaço para a Pacotinho, cuido da mente. Os primeiros momentos são sempre de bate-papo: e num ambiente tão aconchegante, acolhedor e intimista, eu coloco meus bichos pra fora. Consigo falar daquelas sombras que angustiam meu coração (processo super importante de ser feito agora, antes da pequena nascer). Consigo colocar em palavras meus defeitos e o medo que tenho da influência que terei sobre ela. Da responsabilidade.

E sinto que falar disso me fortalece. Me ajuda a traçar formas para superar cada item. De me transformar em uma mãe melhor. De me preparar emocionalmente para dar todo o suporte para a Helena. Saio de cada aula revigorada e com a alma lavada.

Essa semana temos os exames de sangue do segundo tri – incluindo a curva glicêmica. Ui. Torcendo desde já pra não passar mal nem nada assim. Não tivemos nenhum sintoma novo, nenhum percalço, nenhuma novidade no processo “quarto”, rs. Quem sabe até semana que vem isso muda?

Advertisements

4 thoughts on “Relato da gravidez: 23 semanas

  1. Que delicia de ver que está tudo bem não é??? cada ultra uma nova emoção…mas te digo não existe emoção maior do que escutar o primeiro choro, o tempo parece parar o sentimento é surreal.

    Beijos

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s